Logotipo Biotec AHG

Biofármaco também é foco em evento

Imprimir .

Entre os dias 21 a 23 de agosto será realizado no Transamérica Expo Center, São Paulo, a 5ª edição do CPhI South America, versão sul-americana do principal evento de tecnologia em ingredientes e serviços para a indústria farmacêutica. Além do segmento de matérias primas, o evento apresenta setores como o ICSE South America, pavilhão pertencente ao CPhI South America que reúne o crescente setor de terceirização de serviços para a Indústria Farmacêutica e o  BioPh, principal exposição biofarmacêutica focada em biotecnologia e áreas afins.

A presença de um evento como o CPhI South America de grande relevância para o mercado biofarmacêutico mundial, no Brasil, só vem ratificar o cenário nacional favorável para o estabelecimento de novos negócios, desenvolvimento de pesquisas e abertura das fronteiras do país para o exterior.

O Brasil ocupa a importante posição de 9° maior mercado de fármacos e medicamentos do mundo, além de contar com importantes indústrias em seu território. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o setor farmacêutico movimenta anualmente R$ 28 bilhões e a tendência é de expansão.

Com quatro das seis maiores empresas farmacêuticas do mundo em território nacional, uma das mais importantes alavancas do mercado farmacêutico brasileiro foi o surgimento dos medicamentos genéricos que atualmente, correspondem a 20,6% das vendas em unidades no conjunto deste setor.

Apesar do cenário bastante favorável, de acordo com pesquisadores que participaram da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Goiânia (Goiás), o país ainda vive grandes desafios, sendo os principais, a grande dependência brasileira por importação de insumos – base para a fabricação de fármacos e medicamentos –, a formação de recursos humanos em quantidade e qualidade insuficientes e a aquisição de laboratórios nacionais por empresas estrangeiras.

O evento apresenta também como um dos seus temas principais, o papel da biotecnologia nos processos farmacêuticos e como essa área está influenciando diretamente no desenvolvimento dos chamados biofármacos. As bases do setor farmacêutico são a inovação tecnológica e a propriedade intelectual na forma de patentes, as quais garantem exclusividade de mercado gerando ganhos elevados.

As grandes empresas farmacêuticas e as de biotecnologia que surgiram nos últimos anos concentram a produção de biofármacos, bem como o setor de pesquisa e desenvolvimento. Tais empresas estão localizadas sobretudo nos países desenvolvidos, como os Estados Unidos, diversos países europeus e o Japão.

No Brasil, a biotecnologia tem se mostrado predominantemente acadêmica e as empresas são em sua maioria pequenas, nascidas em universidades ou incubadoras. As principais aplicações desse setor na saúde humana estão concentradas na produção de biofármacos, imunobiológicos, reagentes biológicos para diagnósticos e de hemoderivados. As oportunidades na área de biofármacos, para o Brasil, estão intimamente relacionadas ao setor de biossimilares, pois há forte crescimento da comercialização desses medicamentos em diversos países, além de investimento em P&D para a geração de novos produtos.

A abrangência e a importância que o CPhI South America tem em todo o mundo como uma vitrine para as empresas, seus produtos e serviços, será uma grande oportunidade para atrair investimentos no Brasil, assim como também  para outros países da América do Sul, como a Argentina.

27/06/2012
Arlei Maturano - Equipe Biotec AHG
 

 © BIOTEC AHG 2017 - Todos os direitos reservados - Rua Dr. Melo Alves, 529, cj. 82. Cerqueira César. São Paulo-SP, Brasil. CEP: 01417-010