Logotipo Biotec AHG

Avanço da genômica nacional

Imprimir .

A ciência brasileira dará, em breve, um grande passo nos estudos da genômica e da proteômica, com a inauguração de um novo laboratório que servirá como centro de referência para os setores de agropecuária e de bioenergia. Sua sede será instalada na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP).

O foco da genômica é o estudo do genoma dos organismos, a partir do sequenciamento, com o objetivo de compreender a sua estrutura, organização e função. Como conseqüência da compreensão dos genes de diversas espécies tanto de animais como de vegetais e inclusive do ser humano, surgiu a proteômica, que compreende a análise das proteínas – produto da expressão dos genes.

A utilização dos serviços a serem oferecidos pelo laboratório baseia-se no Programa Equipamentos Multiusuários (EMU), que tem por objetivo apoiar a aquisição de equipamentos para pesquisa que não podem frequentemente, ser adquiridos em Auxílios à Pesquisa Regulares ou Projetos Temáticos.

No caso da modalidade regular, ela oferece financiamento para projetos de pesquisa individuais a serem desenvolvidos sob a responsabilidade de um Pesquisador Responsável com título de doutor ou qualificação equivalente avaliada por sua súmula curricular, vinculado a entidades de ensino superior e pesquisa, públicas ou privadas, no Estado de São Paulo.

Já o projeto temático destina-se a apoiar propostas de pesquisa com objetivos suficientemente ousados, que justifiquem a duração de até cinco anos e as condições especialmente favorecidas de apoio e financiamento, incluindo a possibilidade de concessão de solicitações complementares vinculadas ao projeto.

O EMU pode apoiar também os custos para suprimentos e serviços necessários à instalação e operacionalização do Equipamento Multiusuário solicitado. As atividades do laboratório deverão começar a partir do início de 2011, comentou o pesquisador da ESALQ, Luiz Lehman Coutinho, em entrevista à Agência FAPESP.

Numa próxima etapa esse projeto, que já foi aprovado, iniciará a compra dos equipamentos importados que estarão à disposição de pesquisadores que trabalham com as áreas de genômica e proteômica, voltadas para a agropecuária e bioenergia.

Para que se tenha uma idéia do papel comercial estratégico desses dois segmentos da economia brasileira, a agropecuária foi o setor que apresentou o maior crescimento no segundo trimestre deste ano, em relação ao trimestre anterior, com um aumento de 2,1%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a indústria cresceu 1,9% e o setor de serviços, 1,2%. O segmento de bioenergia encontra-se em franca expansão, principalmente com o advento dos biocombustíveis, do biogás e de outros combustíveis.

De acordo com o pesquisador, a aquisição dos novos equipamentos será um grande avanço para a pesquisa em genômica, que tem como foco o mapeamento e o estudo dos genes ligados a características de interesse econômico. O objetivo principal é buscar a melhoria na produtividade e na qualidade da criação de aves, suínos e bovinos.

Dentre os projetos a serem desenvolvidos, um modelo de frango de corte será utilizado para identificar polimorfismos – ocorrência de variações de natureza genética em uma população – em dois genes candidatos. Esses genes estão envolvidos no metabolismo da gordura e no crescimento, e podem ser utilizados como marcadores na seleção genética de características importantes para a avicultura nacional.

A utilização dos equipamentos não se restringirá apenas às pesquisas com animais de produção, a idéia é estender o estudo com vegetais, tais como o eucalipto, a cana-de-açúcar, entre outros. O que se espera desse projeto, segundo Coutinho, é um grande impacto no crescimento da ciência e também na aplicação do conhecimento. Além disso, a possibilidade de realizar diversas pesquisas ao mesmo tempo levará à maximização do uso dos recursos e maior agilidade dos processos.

24/09/2010
Arlei Maturano - Equipe Biotec AHG
 

 © BIOTEC AHG 2017 - Todos os direitos reservados - Rua Dr. Melo Alves, 529, cj. 82. Cerqueira César. São Paulo-SP, Brasil. CEP: 01417-010